ARTE X ARTESANATO

“Ao interferir profundamente nas corporações de artesãos, a burguesia acaba por alterar a concepção e o sentido tradicional de suas funções, estabelecendo uma divisão entre a Arte e o Artesanato. As expressões “arte popular” e “arte erudita” refletem a sociedade de classes urbana; e a valorização burguesa das “Belas Artes” acabou por criar toda uma série de adjetivações da arte que, em verdade, busca reduzir seu valor já que são aquelas produzidas pelos agentes que não integram o poder burguês constituído.

Na realidade, a trajetória modernista e o consequente esgotamento das teorias vanguardistas acabou por recolocar a questão da arte e do artesanato novamente em discussão. A arte erudita , em busca da Verdade, deixou de ser a ilustração do Real para transformar-se numa ilustração da Arte e , posteriormente, numa ilustração sobre o Discurso da Arte.

…Ao se obrigar ao novo, o artista enreda-se numa teia filosófica que,  depois de desprezar a artesania, destruiu o objeto e a linguagem. A “crise” é a constatação, pelo artista, de sua dominação intelectual por um determinado modo de pensar, que tem por objetivo final destruí-lo. Nesse jogo de cartas marcadas, a sua produção transforma-se em metáfora do nada.”

Marcus de Lontra Costa

Mário Jardim

Rio,  maio de 1992.

Anúncios

3 pensamentos sobre “ARTE X ARTESANATO

  1. Biianca disse:

    Amei esse site. Arte é minha paixão….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: